Sindicato integra movimento de solidariedade pela população atingida pelas enchentes

O Sindicato dos Rodoviários está integrado na campanha Solidariedade Pelotas 2024, que reúne sindicatos e movimentos sociais em auxílio às famílias flageladas pelas enchentes em Pelotas. 

Nesta segunda-feira (13), o presidente Claudiomiro do Amaral e o vice-presidente, Daniel Vilela participaram de reunião com dirigentes sindicais para discutir a organização do movimento, que tem como principal objetivo fornecer alimentação para a população que está nos abrigos. 

A noite, no Sindicato, a diretoria recebeu dezenas de representantes de sindicatos, movimentos sociais, representações políticas e comunidade para uma plenária de discussão e organização do movimento. Além do presidente participaram da reunião o vice-presidente e os diretores Éder Blank, Sonomar Oliveira, Moisés Oliveira e Nilton Barros.

“O sindicato está no caminho certo.  O movimento sindical estende, mais uma vez, sua solidariedade ao povo gaúcho, afinal essa é a finalidade dos sindicatos: auxiliar o povo trabalhador”, diz o presidente Claudiomiro. 

A união das diferentes centrais sindicais e grupos políticos na formação de uma rede de proteção aos flagelados também foi deatacada pelo presidente. “Estamos todos juntos voltados para ajudar a população e estaremos todos juntos, sem olhar bandeiras políticas ou partidárias, até vencermos essa crise humanitária”, afirmou. 

Mobilização reforça capacidade de organização dos trabalhadores

Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias da Alimentação de Pelotas, Lair de Mattos o movimento Solidariedade  Pelotas 2024 reforça a força do movimento sindical. “Os sindicatos que vêm sendo tão combatidos pela extrema-direita, pelos patrões que querem destruir os sindicatos, então nesse momento demonstramos nossa capacidade de organização e demonstramos nossa capacidade de organização e de colocar nossa estrutura, diretorias e conhecimento à serviço de quem mais precisa na comunidade”, comenta. 

A unidade entre campo e cidade também faz parte do movimento Solidariedade Pelotas 2024, como destaca o presidente da Federação dos Trabalhadores Assalariados Rurais do RS (Fetar-RS), João Cézar Larrosa. “Este é um momento que pede a união de todos em defesa das populações mais fragilizadas e os trabalhadores assalariados rurais estão unidos nessa luta, pois garantir alimento para a população é nosso trabalho e, agora, também nossa missão”, diz.

Para ajudar ou saber como participar acesse o perfil do movimento Solidariedade Pelotas 2024 no Instagram @solidariedadepelotas2024

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + sete =